30 dias de Wrestlemania – Get All Fired Up

Dia 28 de Março de 2010 marcou a realização da 26ª WrestleMania, esta direto do University of Phoenix Stadium em Phoenix, subúrbio de Glendale, Arizona. A quarta da história a ter um Main Event em que não havia título em jogo, tendo a primeira sido a XI. Além disso foi a primeira a ser realizada no Arizona e a terceira ao ar livre.

No The Bash de 2009, Edge e Chris Jericho se tornaram uma dupla, ganhando o Unified Tag Team Championship. No entanto, a parceria foi curta, já que Edge sofreu uma lesão no tendão de Aquiles, tendo que deixar vago metade do título. Jericho se distanciou de Edge, creditando a si mesmo pelo sucesso da dupla. Edge retornou no Royal Rumble, onde venceu a Royal Rumble Match. No evento principal do Elimination Chamber três semanas depois, Jericho ganhou o World Heavyweight Championship em uma Elimination Chamber. No Raw da noite seguinte, Edge anunciou sua decisão de enfrentar Jericho pelo título no WrestleMania.

Uma das maiores rivalidades dessa WrestleMania foi entre John Cena e Batista pelo WWE Championship. O conflito começou quando Cena se aliou a Bret Hart na disputa entre ele e o presidente da WWE, Vince McMahon. Quando Hart e McMahon se confrontaram no Raw de 1° de fevereiro, Batista salvou McMahon de um ataque surpresa de Hart. Após o fim do show, Cena tentou ajudar Hart, mas foi atacado por Batista. Na primeira luta do pay-per-view Elimination Chamber, Cena venceu o WWE Championship de Sheamus em uma Elimination Chamber, sendo logo interrompido por McMahon, que ordenou que ocorresse uma luta pelo título entre Cena e Batista naquele instante. Com Cena muito debilitado para competir, Batista venceu a luta e ganhou o título. No Raw de 22 de fevereiro, Cena exigiu uma revanche na WrestleMania. McMahon lhe deu a chance de enfrentar Batista naquela mesma noite: caso ele vencesse, teria sua luta no evento. Se perdesse, quem iria competir com Batista seria Sheamus. Cena venceu após Batista ser desqualificado propositalmente.

Na WrestleMania XXV, Shawn Michaels não pôde derrotar The Undertaker, assim mantendo seu recorde de vitórias no evento. Quando a luta venceu o Slammy Award de Luta do Ano, Michaels discursou dizendo que ele pode vencer Undertaker e lhe propôs uma revanche. Um mês depois, The Undertaker, então World Heavyweight Champion, respondeu, negando a proposta. Michaels ficou obcecado em enfrentar Undertaker, atacando o juíz Charles Robinson e o general manager do SmackDown Theodore Long respectivamente ao perder as chances de se qualificar para o evento no Royal Rumble e nas lutas qualificatórias para o Elimination Chamber. No Elimination Chamber, Michaels invadiu a Elimination Chamber pelo World Heavyweight Championship, aplicando um Sweet Chin Music em Undertaker, o que permitiu a Chris Jericho vencer a luta e tomar o título. Na noite seguinte, The Undertaker mudou sua decisão e aceitou a revanche na WrestleMania, mas sob uma condição: que se Michaels perdesse, teria que se aposentar. Michaels aceitou a condição.

A sexta anual Money in the Bank foi anunciada para a WrestleMania XXVI no episódio do Raw de 22 de fevereiro. O processo começou neste show, com Christian derrotando Carlito. No SmackDown da mesma semana, Dolph Ziggler derrotou John Morrison e R-Truth, Kane derrotou Drew McIntyre e Shelton Benjamin derrotou CM Punk. No Raw de 1° de março, Jack Swagger derrotou Santino Marella e MVP derrotou Zack Ryder. No SmackDown, Matt Hardy derrotou Drew McIntyre. No Raw, Evan Bourne derrotou William Regal. Por ordem de Vince McMahon, McIntyre enfrentou um atleta local em uma luta qualificatória, se tornando o nono participante. Na última luta, Kofi Kingston derrotou Vladimir Kozlov.

Como guest host da edição de 4 de janeiro da Raw, Bret Hart retornou ao show, pela primeira vez desde o Montreal Screwjob no Survivor Series de 1997, onde Vince McMahon se envolveu em uma trapaça real para tirar de Hart o WWF Championship. No Raw, Hart esquecer todos os problemas e fazer as pazes com McMahon. No entanto, McMahon traiu Hart novamente, o chutando no estômago. A rivalidade se estendeu com a segunda aparição de Hart, um mês depois, quando McMahon se recusou a introduzir o pai de Bret, Stu Hart, ao WWE Hall of Fame. No episódio do Raw de 8 de fevereiro, John Cena desafiou McMahon e lhe disse que Bret queria enfrentá-lo em uma luta na WrestleMania, para a qual McMahon aceitou. No entanto, Hart, que havia sido banido da arena, apareceu e atacou McMahon. Escondido atrás de seguranças, McMahon cancelou a luta. Na semana seguinte, Hart decidiu se despedir dos fãs, lhes agradecendo. Na mesma noite, Hart se envolveu em um acidente de carro, quando um carro bateu na porta do carro de Hart, lhe ferindo a perna e mando-o para o hospital. McMahon aceitou que, na edição de 1° de março do Raw, Hart se despedisse de uma maneira mais digna. No entanto, o segmento acabou com McMahon desafiando Bret para uma luta na WrestleMania, a qual Hart inicialmente recusou devido a sua perna. McMahon lhe atacou, fazendo com que Hart aceitasse o desafio.

Foi anunciado no episódio de 5 de março do SmackDown que The Big Show e The Miz iriam defender o Unified WWE Tag Team Championship no evento contra a dupla que se qualificasse naquela noite. A luta foi entre Cryme Tyme, The Hart Dynasty e John Morrison, ex-parceiro de Miz, e R-Truth. Morrison e Truth venceram.

No Elimination Chamber do mês anterior, o então WWE Champion Sheamus foi eliminado da luta por Triple H. Duas semanas depois, Sheamus atacou Triple H após sua luta de duplas com Shawn Michaels contra The Big Show e The Miz. No Raw da semana seguinte, Triple H desafiou Sheamus para uma luta na WrestleMania, a qual ele aceitou.

No começo de 2009, Randy Orton formou um grupo conhecido como The Legacy com Ted DiBiase e Cody Rhodes. Mais tarde no mesmo ano, Orton se frustrou com o grupo, levando a uma série de confrontos. A tensão cresceu no Royal Rumble, quando DiBiase e Rhodes acidentalmente não deixaram Orton ganhar o WWE Championship. Resultados similares aconteceram no mês seguinte no Elimination Chamber com Rhodes tentando ajudar seus parceiros na Elimination Chamber pelo WWE Championship, e Orton sendo eliminado por DiBiase. No Raw seguinte, Orton traiu seus parceiros, o que os levou a uma luta Triple Threat.

Desde o começo de 2010, CM Punk e seus discípulos Luke Gallows e Serena estiveram em uma cruzada para promover a filosofia Straight edge, um estilo de vida baseado na abstinência de drogas, álcool e cigarros; ele passou a pregar seus ensinamentos à plateia e, por vezes, “converteu” membros raspando suas cabeças. O trio se chamava Straight Edge Society (SES). Na edição de 12 de fevereiro do SmackDown, Punk foi derrotado por Rey Mysterio. Após a luta, o trio atacou Rey. A animosidade entre os dois cresceria na edição de 12 de março do SmackDown, quando Mysterio levou sua família ao ringue para comemorar o aniversário de sua filha, Aaliyah. Punk os interrompeu, ameaçando e assustando Mysterio e sua família. Isso os preparou para uma luta na WrestleMania. Mysterio foi derrotado por Gallows. As estipulações da luta seriam: se ele perdesse na WrestleMania, teria que se juntar à Straight Edge Society.

O evento recebeu críticas mistas. The Sun parabenizou a luta entre Undertaker e Michaels, mas criticou o combate entre Hart e McMahon, chamando-o de “ruim” e “desapontante”, dando uma nota 4 de um total e 10, a luta das Divas recebeu nota 1. Ao fim, o jornal deu ao evento uma nota 7. A seção sobre wrestling profissional do Canadian Online Explorer deu ao evento nota 6.5, menor do que o 7.5 do WrestleMania XXV. A última luta da noite recebeu nota 9.5.

O card completo com resultados pode ser conferido na continuação.

  • Unified WWE Tag Team Title Match: The Big Show & The Miz © derrotaram John Morrison & R-Truth (3:20)
  • Triple Threat Match: Randy Orton derrotou Cody Rhodes e Ted DiBiase (9:01)
  • Money In The Bank Ladder Match: Jack Swagger derrotou Christian, Dolph Ziggler, Drew McIntyre, Evan Bourne, Kane, Kofi Kingston, Matt Hardy, MVP e Shelton Benjamin (13:44)
  • Singles Match: Triple H defeats Sheamus (12:06)
  • Singles Match: Rey Mysterio derrotou CM Punk (w/Luke Gallows & Serena) (6:28)
  • No Holds Barred Match (Special Referee: Bruce Hart): Bret Hart derrotou Vince McMahon (11:09)
  • World Heavyweight Title Match: Chris Jericho © derrotou Edge (15:45)
  • Ten Divas Tag Team Match: Alicia Fox, Layla, Maryse, Michelle McCool & Vickie Guerrero derrotaram Beth Phoenix, Eve Torres, Gail Kim, Kelly Kelly & Mickie James (3:20)
  • WWE Title Match: John Cena derrotou Batista © (13:30)
  • WrestleMania Streak vs. Career No Disqualification Match: The Undertaker derrotou Shawn Michaels (24:00)
Anúncios

Sobre "Canadian Wrestling God" Luiz Tanaka

16 anos, capricorniano, cursando atualmente o 3º Ano do Ensino Médio. Fui aprovado em Jornalismo na UFAL no ano passado, mas decidi não cursar. Atualmente mantenho o UOW, blog que tenho um apego grande, mas sem qualquer pretensão de torná-lo grande. Sou figura reconhecida principalmente por conta da UWF. Odeio o estereótipo de nerd. Sou apenas um rapaz latinoamericano, sem dinheiro no banco. Sem primos importantes e vindo do interior! O tipo estranho de se conviver, que curte doidamente um Forró Pé-de-Serra ao mesmo tempo que admira muito a cultura estrangeira.

Publicado em março 24, 2015, em Wrestling, WWE e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: