30 dias de Wrestlemania – Grandeza vs. Redenção

7 de Abril de 2013 marcou a realização da 29ª edição da WrestleMania, esta direto do MetLife Stadium em East Rutherford, New Jersey. Foi a quinta a ocorrer na região metropolitana de Nova Iorque e a terceira a acontecer em Nova Jersey.

The Rock retornou a WWE no episódio de 14 de fevereiro de 2011 do Raw, sendo anunciado como apresentador do WrestleMania XXVII. Em 3 de abril de 2011, foi realizada a WrestleMania XXVII, cujo evento principal foi o combate entre John Cena e o então WWE Champion The Miz pelo título. Depois da luta acabar por dupla contagem, Miz reteve seu título. No entanto, o apresentador da WrestleMania, The Rock exigiu que a luta recomeçasse sem contagens ou desqualificação. Logo após o reinício da luta, The Rock aplicou um Rock Bottom em Cena, dando início a uma rivalidade entre os dois e fazendo Cena perder a luta. No Raw do dia seguinte, Cena desafiou Rock para uma luta.Rock aceitou, mas disse que essa luta deveria acontecer no maior palco do mundo, a WrestleMania, então propôs uma luta para Cena no WrestleMania XXVIII. Cena aceitou apertando a mão de Rock, fazendo história por marcar uma luta no WrestleMania com um ano de antecedência. No Survivor Series de 2011, Cena e Rock derrotaram The Miz e R-Truth e, após a luta, Rock atacou Cena. Na WrestleMania XXVIII, The Rock derrotou Cena aplicando um Rock Bottom. No Raw seguinte ao WrestleMania, The Rock anunciou que ainda tinha a intenção de ganhar o WWE Championship mais uma vez.

Durante o Raw 1000, em 23 de julho de 2012, ele fez seu retorno a WWE, anunciando que enfrentaria o WWE Champion pelo título no Royal Rumble de 2013. Na mesma noite, The Rock tentou ajudar John Cena que estava sendo atacado por Big Show, mas acabou sendo atacado pelo até então campeão da WWE, CM Punk. Punk manteve o título nos meses seguintes para assegurar-se como o oponente de The Rock. No Royal Rumble, Rock derrotou CM Punk aplicando um People’s Elbow, encerrando o histórico reinado de 434 dias de Punk. John Cena entretanto venceu a luta Royal Rumble pela segunda vez em sua carreira. Com isso, Cena ganhou o direito de participar de uma luta pelo WWE Championship ou World Heavyweight Championship no WrestleMania 29. No Raw do dia seguinte, Cena explicitou seu desejo de enfrentar o Campeão da WWE. Rock defendeu com sucesso o título contra Punk no Elimination Chamber, confirmando-se como oponente de Cena na WrestleMania. No Raw de 25 de fevereiro, Cena derrotou Punk para confirmar sua presença na WrestleMania.

No SmackDown de 1 de fevereiro, o Gerente Geral do SmackDown Booker T anunciou que, no evento Elimination Chamber, uma luta Elimination Chamber aconteceria envolvendo seis ex-campeões, com o vencedor se tornando o desafiante pelo WHC na WrestleMania 29. Jack Swagger derrotou Randy Orton, Mark Henry, Chris Jericho, Daniel Bryan e Kane, eliminado por último Orton, para se tornar o adversário de Alberto Del Rio, que defendeu o World Heavyweight Championship com sucesso contra Big Show na mesma noite.

No episódio de 4 março do Raw, que celebrou o “Old School Raw”, The Undertaker fez o seu regresso à WWE, abrindo o evento, sinalizando a qualquer desafiante para enfrentá-lo no evento. CM Punk, Randy Orton, Big Show e Sheamus declararam que queriam enfrentar The Undertaker, na esperança de acabar com a série invicta de The Undertaker em Wrestlemanias, levando a Supervisora Administrativa do Raw, Vickie Guerrero, a marcar uma luta Fatal 4-Way entre os quatro mais tarde naquela noite. CM Punk venceu a luta, fazendo o pinfall em Orton, conquistando o direito de enfrentar Undertaker na WrestleMania 29.

No Raw de 11 de março, após Ryback derrotar Heath Slater, Mark Henry foi ao ringue e encarou Ryback. Ambos começaram a aplicar seus movimentos de finalização em Drew McIntyre, que havia tentado atacar Ryback. No SmackDown de 15 de março, Ryback foi escolhido como o parceiro de Sheamus e Randy Orton para lutar contra a The Shield na WrestleMania 29. Na mesma noite, durante uma luta entre Ryback e Henry, a The Shield invadiu a luta, aplicando um Triple powerbomb em Ryback. Após o ocorrido, Henry voltou ao ringue e aplicou três World’s Strongest Slams seguidos em Ryback, anunciando que agora ele fazia parte de seu “Hall da dor”. No Raw de 18 de março, VIckie Guerrero anunciou que havia retirado Ryback de sua luta contra a The Shield, agendando um combate entre ele e Mark Henry na WrestleMania.

No episódio de 11 de março do Raw, Dolph Ziggler derrotou Daniel Bryan. Após o combate, seu segurança, Big E Langston aplicou um Big Ending em Bryan. No SmackDown de 15 de março, Ziggler derrotou Kane, com Big E também lhe aplicando um Big Ending. No Raw de 18 de março, Kane desafiou Ziggler e Big E para uma luta contra ele e Bryan na WrestleMania. AJ Lee aceitou o combate por eles, mas somente se estes colocassem o WWE Tag Team Championship em jogo. Bryan e Kane aceitaram a estipulação.

No Raw de 30 de abril de 2012, Triple H foi atacado por Brock Lesnar após anunciar que aceitaria apenas o contrato original fechado entre eles, ignorando as regalias dadas a ele por John Laurinaitis. Durante o ataque, Triple H teve, na história, seu braço quebrado. Triple H retornou no No Way Out, desafiando Lesnar para uma luta no SummerSlam. Em 23 de julho de 2012 no Raw 1000, Lesnar aceitou o desafio. Lesnar derrotou Triple H no SummerSlam, com o último saindo lentamente do ringue, com um rosto de imensa tristeza. Brock Lesnar retornou a WWE no Raw de 28 de janeiro de 2013, quando Vince McMahon estava prestes a demitir Paul Heyman, após descobrir que o mesmo tinha ligação com a The Shield. Brock Lesnar então aplicou um F-5 em McMahon. Na história, Vince lesionou sua pélvis, tendo que realizar uma cirurgia. No Raw de 18 de fevereiro, Vince retornou a televisão via satélite, marcando uma luta entre ele e Paul Heyman na semana seguinte. Durante a luta entre ambos, Lesnar interrompeu a luta ameaçando atacar McMahon novamente, porém Triple H o salvou, começando uma grande briga com Brock. Na semana seguinte, Triple H pediu uma revanche contra Lesnar na WrestleMania 29. Paul Heyman aceitou o desafio por seu cliente, mas apenas se pudesse escolher a estipulação da luta. No Raw de 11 de março, Lesnar atacou os ex-parceiros de D-Generation X de Triple H, os New Age Outlaws (Road Dogg e Billy Gunn), durante uma luta contra o Team Rhodes Scholars (Cody Rhodes e Damien Sandow). No Raw de 18 de março, Heyman anunciou que o combate no WrestleMania seria uma No Holds Barred e se Triple H perdesse, teria que se aposentar.

No Raw de 25 de fevereiro, a The Shield chamou qualquer lutador para os desafiarem, mas Sheamus e Randy Orton os surpreenderam os atacando. Na edição de 1 de março do SmackDown, a The Shield interferiram e atacaram Orton numa luta contra Big Show, e posteriormente Sheamus, que veio o ajudar. Reigns inadvertidamente esbarrou em Big Show, que por sua vez aplicou-lhe um KO Punch, fazendo a The Shield recuar. No SmackDown seguinte, a The Shield atacou Sheamus durante uma luta contra Big Show. Orton entrou para ajudar a Sheamus, e Big se juntou a eles forçando The Shield a recuar outra vez. No entanto, depois disso, Big Show aplicou um KO Punch em Sheamus, sofrendo um RKO de Orton. Na edição de 11 de março do Raw, durante uma luta entre Rollins e Show, Reigns e Ambrose interferiram. No episódio de 15 de março do Smackdown, a The Shield desafiou Sheamus e Orton para encontrar um parceiro para eles para uma luta de trios no Wrestlemania 29. Orton e Sheamus escolheram Ryback como seu parceiro. Mais tarde naquela noite, durante o seu combate com Mark Henry, a The Shield interferiu com um Triple powerbomb em Ryback, depois de terem atacado Sheamus e Orton nos bastidores. No Raw de 18 de março, Vickie Guerrero retirou Ryback da luta, agendado-o um combate contra Henry no WrestleMania. No Raw da semana seguinte, Show foi confirmado como parceiro de Orton e Sheamus.

No episódio de 5 de novembro de 2012 do Raw, uma vinheta foi ao ar para a estreia de um novo lutador chamado Fandango. As vinhetas foram exibidas até a edição de 25 de fevereiro do Raw, onde foi revelado que este faria sua estreia no episódio de 1 de março do SmackDown. Porém, Fandango recusou-se a estrear, pelo fato de Matt Striker não saber pronunciar seu nome corretamente. Novamente recusou-se a estrear no Raw da semana seguinte, desta vez por Justin Roberts não o anunciar corretamente. Na edição de 18 de março do Raw, Fandango teve um encontro com Chris Jericho em um segmento de bastidores, onde Jericho intencionalmente zombou de seu nome por várias vezes. Quatro dias depois, no SmackDown, Fandango interferiu na luta de Jericho contra Jack Swagger e atacou-o depois, começando uma rivalidade entre os dois. Três dias depois, no Raw, Jericho o atacou antes de sua luta de estreia, causando a Fandango fugir do ringue. No entanto, ele voltou e atacou Jericho novamente depois que este foi atacado por Big E Langston. No mesmo dia, foi anunciado que Chris Jericho iria enfrentar Fandango na Wrestlemania 29.

No Raw de 11 de março, Wade Barrett atacou The Miz e Chris Jericho durante uma luta para determinar o desafiante número um ao Intercontinental Championship. Por este fato, Barrett teve de defender seu título em uma luta triple threat contra Jericho e The Miz no Raw seguinte, conseguindo manter seu título após conseguir fazer o pinfall sobre Miz. No episódio de 25 de março do Raw, Miz derrotou Barrett em uma luta sem o título em jogo. No dia seguinte, foi anunciada uma luta entre Barrett e The Miz pelo Intercontinental Championship na WrestleMania 29. No Raw de 1 de abril, o combate foi anunciado como uma das lutas do pré-show do evento.

As The Bella Twins retornaram à WWE no episódio de 11 março de do Raw, em um segmento de bastidores com Cody Rhodes e Damien Sandow, começando a associar-se com o Team Rhodes Scholars. No episódio de 15 de março do SmackDown, Nikki e Brie Bella atacaram as Funkadactyls (Cameron e Naomi) em um segmento de bastidores. No episódio de 22 de março do SmackDown, as Bella Twins interferiram em uma luta de Rhodes e Sandow contra Brodus Clay e Tensai, mas foram atacadas por Cameron e Naomi. No Raw de 4 dias depois, Rhodes e Sandow derrotaram Clay e Tensai. No Main Event de 27 de março, as Bellas derrotaram Cameron e Naomi em uma luta de duplas devido a distração de Cody Rhodes. No mesmo dia a WWE anunciou uma luta entre os quartetos na WrestleMania 29. No entanto, devido às limitações de tempo, a luta não foi realizada no pay-per-view, mas na noite seguinte, no Raw, onde o time de Brodus Clay, Tensai, Cameron e Naomi saiu vitorioso contra o Team Rhodes Scholars e as Bella Twins.

Matt Kodner do The A.V. Club deu ao show uma nota B. Ele geralmente criticou o evento como “muito do mesmo, com apenas um senso de diversão para as lutas”. Ele afirmou que o principal evento entre John Cena e The Rock era “muito similar, e a luta nunca apareceu”. Ele nomeou a luta entre The Undertaker e CM Punk como a “luta da noite”. “Embora ela veio quase uma hora antes que a noite terminasse, a luta foi o clímax claro, e o único verdadeiro triunfo da WrestleMania XXIX”, disse. Ele também elogiou a entrada discreta de Fandango, mas criticou os problemas técnicos na transmissão ao vivo que fez com que muitos que assistiam o show através WWE.com perdesse a luta de abertura. Rob McNichol, do tabloide britânico The Sun deu ao WrestleMania 29 uma nota 6 de 10, chamando a luta entre CM Punk e The Undertaker de luta da noite, por uma larga margem e dizendo que era “uma master class no tempo, emoção e expressão”. Ele criticou The Rock para lutar para manter o ritmo com tempo integral como o lutador da WWE John Cena e disse que a luta era semelhante ao combate no WrestleMania XXVIII. Ele chamou o evento de “um show sem qualquer centelha de verdade”.

O card completo com resultados pode ser conferido na continuação.

  • WWE Intercontinental Title Pre-show Match: The Miz derrotou Wade Barrett ©
  • Six Man Tag Team Match: The Shield (Dean Ambrose, Roman Reigns & Seth Rollins) derrotou Randy Orton, Sheamus & The Big Show (10:33)
  • Singles Match: Mark Henry derrotou Ryback (8:02)
  • WWE Tag Team Title Match: Team Hell No (Daniel Bryan & Kane) © derrotaram Big E. Langston & Dolph Ziggler (w/AJ Lee) (6:17)
  • Singles Match: Fandango derrotou Chris Jericho (9:11)
  • World Heavyweight Title Match: Alberto Del Rio (w/Ricardo Rodriguez) © derrotou Jack Swagger (w/Zeb Colter) (10:30)
  • Singles Match: The Undertaker derrotou CM Punk (w/Paul Heyman) (22:07)
  • Triple H’s Career On The Line No Holds Barred Match: Triple H (w/Shawn Michaels) derrotou Brock Lesnar (w/Paul Heyman) (23:58)
  • WWE Title Match: John Cena derrotou The Rock © (23:59)

Sobre "Canadian Wrestling God" Luiz Tanaka

16 anos, capricorniano, cursando atualmente o 3º Ano do Ensino Médio. Fui aprovado em Jornalismo na UFAL no ano passado, mas decidi não cursar. Atualmente mantenho o UOW, blog que tenho um apego grande, mas sem qualquer pretensão de torná-lo grande. Sou figura reconhecida principalmente por conta da UWF. Odeio o estereótipo de nerd. Sou apenas um rapaz latinoamericano, sem dinheiro no banco. Sem primos importantes e vindo do interior! O tipo estranho de se conviver, que curte doidamente um Forró Pé-de-Serra ao mesmo tempo que admira muito a cultura estrangeira.

Publicado em março 27, 2015, em Wrestling, WWE e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: